4losers.jpg


A pirâmide dos sem-esperança

“Most of the world was mad. And the part that wasn’t mad was angry. And the part that wasn’t mad or angry was just stupid. I had no chance. I had no choice. Just hang on and wait for the end. It was hard work. It was the hardest work imaginable." Pulp, Charles Bukowski (1993)

Na pirâmide dos sem-esperança, daqueles que apenas sobrevivem, sem mérito ou ambições. O loser está no topo. E para baixo é só descida...

Na base dessa pirâmide estão aqueles que podemos chamar de peões. São serviçais e úteis como mão-de-obra barata. Depois aqueles que já fizeram parte do jogo, mas agora estão fora da jogada.

Alguns almejam voltar algum dia, mas a maioria sabe que perderam a vez para sempre. E por fim no topo, o loser, que desperdiçou suas chances e nunca fez parte de coisa alguma.

Não ter esperanças é uma sensação estranha. Equivalente a realização do dever cumprido. Em ambos os casos, supostamente, você não precisa mais se esforçar, pois não há mais nada a fazer. É uma sensação de completa serenidade.

Mas não e engane. Ser um loser é uma tarefa árida e obviamente nada recompensadora. É preciso ter gana para continuar perdendo. Só porque o loser está no topo da pirâmide, não significa que ele saiba como chegou lá.

Mas ao menos ele sabe o que fazer para se manter lá: continuar perdendo. O que é melhor que nada, ou não.

Para terminar algumas frases de conforto e solidariedade que devem acompanhar um loser em sua existência:

Você não faz as probabilidades. Apenas as reduz sensivelmente.

O pior ainda está por vir.

Aprenda a perder. Você vai precisar.

Desista da Luta. Nem tente.

E um conselho final: a melhor auto-ajuda ainda é a masturbação.













Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.